sábado, 23 de fevereiro de 2013

Fontanário de Pegões 2009 (Tinto)

O Fontanário de Pegões Velhos, erigido cerca de 1728, é outra obra aquária do rei que, ao que parece, abominava o vinho.

Coop. Agr. de Santo Isidro de Pegões. DO Palmela. Castelão, Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon. Jaime Quendera (enol.). 13,5% Vol. 2,48 € (Continente).
Faz pensar em fruta passa e alguma erva aromática. Acho que tem o que se chama de aroma vinoso, ou seja, cheira a vinho, sem notas, nuances nem toques. De igual modo, a acidez, os taninos sensíveis, embora suaves, e o sabor — a vinosidade? — não são propriamente ao jeito moderno. Gostei.

Sem comentários: